Lugo, o pai dos paraguainhos, pode enfrentar processo de impeachment

A Câmara de Deputados do Paraguai aprovou nesta quinta-feira um pedido de julgamento político para destituir o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, por “mau desempenho de suas funções”. Se “mau desempenho das funções” desse impeachment no Brasil…

A petição de impeachment contra Lugo foi aprovada por 76 votos contra 1 (da deputada do partido de esquerda Frente Guazú), após a matança de seis policiais e onze sem-terras em um choque armado na sexta-feira passada. O caso ainda precisa passar pela aprovação do Senado, que tem a palavra final.

Logo após o anúncio, Lugo gravou uma mensagem em vídeo negando qualquer possibilidade de renunciar ao cargo e denunciando um complô, como todo esquerdista latino. “Denuncio ante o povo que sua vontade está sendo alvo de um ataque sem misericórdia de setores que sempre se opuseram à mudança”. Lugo afirmou ainda que  os opositores “querem roubar a suprema decisão do povo”, que o escolheu na eleição de 20 de abril de 2008.

Não entendo ainda como é que Lugo não afirmou que os Estados Unidos estão financiando os deputados paraguaios para cassarem o mandato de um presidente que é, quase literalmente, o pai de todos.

(Com informações da Veja online)