Edição Extra. Mais uma operação. Mais um esquema.

adjuntos-presos-secom-sadA Delegacia Fazendária de Mato Grosso desencadeou, na manhã desta quinta-feira (18), operação Edição Extra, que tem como objetivo desarticular um esquema, “suposto”, envolvendo a secretaria estadual de comunicação, a secretaria de administração em, segundo a polícia, conluio com gráficas e agências de propaganda.

Durante a manhã a polícia prendeu os secretários adjuntos lpídio Spiezzi Júnior (Secom) e o Coronel José de Jesus Nunes Cordeiro (SAD). Ao longo do dia foram cumpridos seis mandados de prisão e outros 16 mandados de busca e de apreensão. Três empresários que tiveram pedido de prisão – Fabinho e Dalmi Defanti, donos da Gráfica Print e Jorge Defanti, dono da da Gráfica Defanti – , foram considerados foragidos. No final da tarde os irmãos da Print emitiram uma nota negando participação em esquema e dizendo que vão se entregar. Leia Mais

 

Cabrito bom é aquele que berra pra morrer

Jose_Riva3José Riva, o maior ficha suja do país que tenta emplacar a esposa como conselheira do TCE (mesmo ela não tendo qualificação) e que deixará a vida pública em fevereiro próximo, ontem tentou mais uma das dele. A sua mesa diretora aprovou um decreto efetivando na assembleia, os servidores sem concurso, que estão lá há mais de nove anos, mesmo a assembleia tendo realizado um concurso, onde os aprovados ainda não foram chamados.

Conversei com um promotor de justiça que já estava preparando uma ADI – ação direta de inconstitucionalidade.

Agora leio matéria do Jacques Gosch, do RDNews, que na sessão de hoje pela manhã, José Riva voltou atrás e disse que o decreto aprovado ontem por ele e seus borra-botas, não irá prosperar.

Sorte a dele que voltou atrás. Acabou de escapar de mais um vexame.

Eita cabrito que tá berrando pra morrer!

 

Vá ao Papa, José, vá ao Papa!

rivaejaneteEu sabia que o Dr. Orlando Perri, presidente do TJ, não jogaria sua história no ralo, para salvar a mulher de José.

Comentei ontem aqui com vocês: “por conhecer Dr. Orlando e o achar uma pessoa séria e compromissada com a lisura das Instituições, acho difícil que ele se deixe levar pela pressão de quinze borra-botas”. Os borra-botas eram deputados que estavam no Tribunal de Justiça tentando reverter a decisão do juiz Bertolucci, que barrou a sabatina que levaria Janete Riva para o TCE.

Ontem José, o marido de Janete, disse que é um perseguido pelo MP, pelo juiz e tal. A mesma coisa que diz desde 91, quando foi julgado por estelionato em Juara. José disse ainda que vai até ao STF. A mesma coisa que ele disse este ano, quando o TRE confirmou sua ficha-suja.

Vá ao Papa, José, vá ao Papa!

(foto do Hipernotícias)

 

Casa de trapaceiros

TRAPACEIROSBom dia! Na Prosa de ontem (que você assiste abaixo) eu disse que a assembleia de Mato Grosso era uma casa de tolerância. Hoje eu reconheço que cometi uma injustiça. Qualquer casa de tolerância tem mais honra, dignidade e honestidade que a assembleia de Mato Grosso. Aquilo parece uma casa de trapaceiro.

Numa casa de tolerância as “funcionárias” recebem pelo trabalho que desempenham, na assembleia os “funcionários deputados” estão o tempo todo arrumando formas para trapacear seus clientes, no caso o povo.

Essa lei aprovada ontem dando estabilidade a servidores não concursados é manobra do pigmeu que quer garantir que seus cabos fiquem após sua saída, preterindo os aprovados no concurso público que não foram chamados até hoje, mesmo tendo determinação judicial para isso.

Resta a atuação do ministério público que tenho fé, não deixará isso passar em branco.
E aos concursados, meinha sugestão é que entrem na justiça.

 

Na prosa de hoje: Janete no TCE? Não podemos achar o errado normal

Que constrangimento ter sua reputação e seu nível de conhecimento, ou falta dele, sendo discutido e debatido e questionado dessa forma. Que ânsia move Janete, a esposa de José, a se submeter a isso por uma vaga no Tribunal de Contas, lugar onde, segundo a justiça, ela não tem competência para exercer a função.

Que lugar danado de bom é esse, meu Deus!!!

O juiz, em sua decisão que suspendeu a sessão de sabatina, disse que Janete é “notoriamente não especializada”, por ela ter apenas o ensino médio completo e não possuir curso superior que pudesse comprovar os requisitos exigidos em lei, como notório saber jurídico, contábil e de administração pública. Talvez um Pronatec lhe caia bem. Leia Mais

 

Deputados saem em defesa da esposa de José

pedidosuspensao-JaneteA assembleia de Mato Grosso ingressou ontem no Tribunal de Justiça com um pedido de suspensão da liminar do juiz Bertolucci, que determinou que a assembleia cancelasse a sessão que sabatinaria Janete Riva, a esposa de José, que quer ir para o Tribunal de Contas de Mato Grosso.

Bertolucci suspendeu a sessão que aconteceria no final da tarde de ontem, dia 16, atendendo pedido do ministério público. Em sua decisão, o juiz escreveu que Janete é “notoriamente não especializada”, e que por ela ter apenas o ensino médio completo e não possuir curso superior que pudesse comprovar os requisitos exigidos em lei, como notório saber jurídico, contábil e de administração pública.

O pedido de suspensão da liminar de Bertolucci foi encaminhado hoje para ser analisado pelo presidente desembargador Orlando Perri, que deve anunciar sua decisão até o final da tarde de hoje.

Ontem pelo menos quinze deputados estaduais, que não sei os nomes – se soubesse faria questão de divulgar -, estavam no Tribunal de Justiça e lá permaneceram até pelo menos às 21 horas. O que estariam fazendo lá? Tomando café ou tentando pressionar o desembargador para uma decisão favorável? Não saberemos nunca, mas suspeitamos sempre.

Por conhecer Dr. Orlando e o achar uma pessoa séria e compromissada com a lisura das Instituições, acho difícil que ele se deixe levar pela pressão de quinze borra-botas que estavam lá defendendo não a autonomia do assembleia, mas a honra da mulher do chefe.

O número do pedido de suspensão da liminar é 173293/2014.

 

OAB questiona a reputação da esposa de José

janeteriva-PF“… a indicada responde a ação civil pública por improbidade administrativa e de ressarcimento de danos ao erário e ainda a processo criminal oriundo da ‘Operação Jurupari’. A idoneidade moral e a reputação ilibada são conceitos vagos que ganham concretude a partir da análise da vida púbica da pessoa indicada em casos como o presente. Tais conceitos passam ao largo do princípio da presunção de inocência, não sendo crível que se venha invocar o fato de não haver condenação, como prova de conduta ilibada …”

Trecho do documento apresentado hoje pela OAB/MT, pedindo a anulação de indicação, escolha, nomeação e eventual posse de Janete Riva ao cargo de conselheira do TCE/MT. Leia abaixo:

OAB/MT requer anulação de indicação, escolha, nomeação e eventual posse de Janete Riva ao cargo de conselheira do TCE/MT

A diretoria da OAB/MT ingressou com ação popular nesta terça-feira (16 de dezembro) em face da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Estado, citada na pessoa de seu presidente, do governador e do presidente do Tribunal de Contas para que se abstenham de nomear a ex-secretária de Cultura, Janete Gomes Riva, no cargo de conselheira do TCE/MT. Liminarmente, a Seccional requereu a suspensão dos efeitos da indicação à sabatina prevista para esta data e, no mérito, a anulação de todos os atos relativos ao procedimento em andamento. Leia Mais

 

De MT para o Brasil: Mulher de “ficha-suja” é indicada para o TCE de MT

folhaSP(Blog do Antero) O Jornal Folha de São Paulo repercute no exemplar desta terça-feira (16) matéria sobre a indicação de Janete Riva, mulher de José Geraldo Riva, como conselheira do Tribunal de Contas do Estado. Veja a matéria:

Os deputados estaduais de Mato Grosso aprovaram a nomeação da pecuarista Janete Riva (PSD), mulher do deputado estadual José Geraldo Riva, réu em mais de 100 processos por improbidade administrativa, para o Tribunal de Contas do Estado.

Presa em 2010 pela Polícia Federal sob a acusação de crimes ambientais, Janete obteve o voto de 15 dos 24 deputados para ocupar a vaga deixada em aberto desde o último dia 9, com a renúncia de Humberto Bosaipo (PMDB).

A pecuarista, que também responde a processos por formação de quadrilha, desmatamento ilegal e trabalho escravo, nega todas as acusações e se diz vítima de perseguição política.

O Ministério Público Estadual e a OAB de Mato Grosso tentam anular a indicação na Justiça, alegando que Janete não atende aos requisitos básicos para assumir o cargo, como notório conhecimento jurídico, contábil, econômico e financeiro. A pecuarista, que já foi secretária estadual da Cultura e disputou o governo na última eleição, concluiu apenas o ensino médio.

A indicação foi aprovada na semana passada e a sabatina para oficializar a nomeação está marcada para esta terça-feira (16). O TCE entra em recesso na próxima sexta e só retoma os trabalhos a partir de 12 de janeiro, já no governo de Pedro Taques (PDT), que considera um “absurdo” a escolha dela para o cargo.

Para que o conselheiro tome posse, é necessária a assinatura do chefe do Executivo. O atual governador, Silval Barbosa (PMDB), é aliado da família Riva.

O TCE de Mato Grosso é composto por sete conselheiros –quatro são indicados pela Assembleia e o restante, pelo governador. O cargo é vitalício e o salário é de cerca de R$ 30 mil.

Em nota, a Mesa Diretora da Assembleia ressaltou que “segue todos os trâmites legais previstos na Constituição, preservando atribuição que lhe é privativa e garantindo total transparência no processo de escolha”.

Também por meio de nota, o deputado José Riva rebateu as críticas. “Quem quiser ocupar o cargo, tem que preencher os requisitos. O governador eleito pode ficar tranquilo que a Assembleia Legislativa vai cumprir com o seu papel, exigindo rigor.”

 

O caricato oportunista. Ou, o Lula da direita

bolsonaroQuerem saber? Concordo com tudo o que escreveu Reinaldo Azevedo sobre Jair Bolsonaro.

Sempre achei Bolsonaro um oportunista, que usa esse discurso aparentemente oposto ao esquerdismo, mas que serve apenas para conquistar uma fatia do eleitorado, que sempre existirá, assim como existirá do outro lado os que apóiam até o bolivarianismo. Tenta se colocar como o representante do anti-petismo, mas atrapalha os que de fato o fazem tendo como base princípios e valores. Radicaliza apenas para ficar em evidência e conquistar votos. Phoda-se quaisquer valores e princípios. Ele é, na verdade, um estorvo àqueles que defendem o conservadorismo, a ideologia que realmente é contra tudo que representa o petismo, o conservadorismo que preserve valores como o livre mercado e as liberdades democráticas, e que defenda as nossas tradições morais e culturais, para que estas sirvam de base e exemplo para a formação do nosso povo.

Bolsonaro é ele, discursa por ele, atua por ele. Se antes eu o considerava apenas um político caricato e idiota, hoje já o vejo usando os mesmo métodos oportunistas que Lula usou para se dar bem: um discurso radical, só que de direita. Tem conteúdo além disso? Não importa, o método é radicalizar no discurso, não importando o conteúdo, e se dar bem. Ele está conseguindo o seu objetivo, assim como Lula para chegar à presidência.

Leia abaixo o texto de Reinaldo Azevedo: Leia Mais

 

Lá vem Mato Grosso descendo a ladeira.


Lá vem Mato Grosso descendo a ladeira.

Livres da indicação de Gilmar Fabris, que ganhou uma vaga na assembleia com a precoce morte de Walter Rabelo, a assembleia, essa gloriosa casa de tolerância, aprovou a indicação do nome de Janete Riva para ser sabatinada e, certamente aprovada, para ser conselheira do Tribunal de Contas, outra gloriosa casa. Leia Mais

 

A corrupção mata e quem a esconde é conivente.

ronda-policialepoliticaDe fato a deturpação moral no Brasil anda muito grande e já exige que até a imprensa reveja conceitos. Entrei agora num site regional e vi na “Ronda Policial” a notícia de que um vereador do interior de Mato Grosso foi preso acusado de tentar comprar votos para eleição da Mesa Diretora da Câmara. Bem ao lado, na coluna política, talvez a mais lida do site, a notícia de que um deputado estadual decidiu seu voto para a próxima eleição da Mesa da Assembleia, depois que um megaempresário avalizou a ele um empréstimo de R$ 2 milhões num banco. Os nomes do deputado e do tal megaempresário não foram citados. Mas são bandidos do mesmo jeito. Tanto o vereador quanto o deputado e o megaempresário.

O que nós precisamos é parar de poupar políticos, de esconder os nomes, precisamos revelar o banditismo. Acreditem, esse aval dado ao deputado vai ser ressarcido de alguma forma, não sei qual das áreas será lesadas, se saúde, educação ou segurança, mas quem vai pagar é o povo. A corrupção mata e quem a esconde é conivente. Vamos fazer um pacto contra esses atos, amigos da imprensa.

Leia abaixo as duas matérias: Leia Mais

 

Por uma cabeça! (Ou o escudo de Dilma) – Noblat

dilma_e_gracaPor uma cabeça! (Ou o escudo de Dilma) - Noblat
Foi o PT que corrompeu a Petrobras

O que o PT tem a dizer sobre a roubalheira na Petrobras? Afinal, ele sempre disse que a Petrobras seria privatizada se o PSDB, um dia, conseguisse voltar ao poder.

Pois a empresa foi corrompida pelo PT, desmoralizada pelo PT e empurrada buraco a baixo pelo PT.

Hoje, o PT é uma camiseta puída com cheiro de suor, uma estrela guardada no fundo de uma gaveta, uma bandeira vermelha coberta de vergonha.

Na Petrobras, é fato, o roubo existe desde meados do governo José Sarney nos anos 80 do século passado.

Atravessou os governos Fernando Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso. Mas foi no governo Luiz Inácio Lula da Silva que alcançou uma escala gigantesca, segundo investigação da Polícia Federa.

Surpreso com a herança maldita, caberia ao governo Dilma livrar-se dela. Certo? Errado.

Você é ingênuo o bastante a ponto de acreditar que Dilma ignorasse o que se passava com a Petrobras?

Leia Mais

 

Quando chega a hora da separação …

IMG_5834Olá amigos, fiquei fora por uns dias e nem dei satisfação a vocês.

Na quinta-feira passada eu perdi minha mãe. Um baque enorme e uma doença que nem nos deu tempo para entender o que estava acontecendo. Na terça, dia 9, ela não estava bem e a levamos ao Pronto atendimento, lá ela fez uma tomografia e foi detectado um devastador câncer no pâncreas.

Pode ser clichê, mas de fato nunca estamos preparados para uma separação. O que nos consola é saber que minha mãe foi feliz, teve um marido devotado a ela, formou uma família sólida e unida, e por mais que possamos ter nossas diferenças, é sempre conosco que contamos. Éramos quatro irmãos. Hoje crescemos e somos mais três genros, uma nora, dez netos com mais nove que chegaram pelo casamento e nove bisnetos. Fora os adquiridos pelo coração. Nossa missão agora é cuidar do nosso veínho (que na foto faz careta rsss) que com 91 anos ainda está sem entender como levar a vida longe de sua veínha.

Consola também saber que minha mãe ficou cercada de todos nós até o último momento. Não nos separamos dela um só minuto, aliás, acho que fizemos um pequeno transtorno no hospital. Rsss

Minha mãe havia feito todos os exames, que sempre fazia, entre junho e julho deste ano. Todos os exames normais. O médico chegou pra ela e disse: ‘Dona Iracy, clinicamente a senhora não tem nada, vamos cuidar de sua depressão’. E assim foi até que há um mês ela começou a emagrecer demais, mesmo sem dor. Volta a fazer exames e nada era encontrado. Tudo atribuído à depressão.

No domingo, dia 7, fizemos uma festa pra comemorar seus 82 anos. Juntamos todos os amigos e familiares, ela gostou, mas estava muito fraquinha. Na terça-feira, como ela não tinha dormido bem, fomos ao hospital onde o médico pediu uma tomografia do abdômen, mesmo exame que havia sido feito em julho. Nele já foi detectado um avassalador câncer de pâncreas que já havia tomado conta de todos os órgãos. Rins parados, fígado tomado, pulmões e os brônquios, que estava causando a dificuldade de respirar. Enfim, inoperável, disse o oncologista que, reunido com os filhos no final da quarta-feira, disse as possibilidades remotas que teria se fosse iniciado um tratamento com quimioterapia. Ela teria o que? Umas semanas, um mês a mais. Era um processo irreversível.

Decidimos que duas coisas nós queríamos: que ela não sentisse dor e nem fosse pra UTI em momento algum. Assim foi feito. Passei a noite de quarta pra quinta, dia 11, com ela e uma das minhas irmãs. Durante a madrugada chegamos a chamar os outros, pois pensamos que ela já estava indo. Mas ela estava esperando meu pai chegar, por volta das nove da manhã. Foi quando ele soube o que ela tinha.

Entrou no quarto, falou com ela, segurou sua mão e ela se foi, dando fim ou dando uma trégua na história de amor que eles tiveram.

Bem, a saudade persiste, mas a vida segue e o tempo há de abrandar. Hoje eu já fui gravar a nossa Prosa e o assunto não poderia ser outro senão a indicação de Janete Riva, aquela que pretendia ser a mãe de Mato Grosso, pra uma vaga no Tribunal de Contas.

O programa vai ao ar ao meio dia, na TV Pantanal, canal 22.

PS: ontem foi aniversário do meu filho Luccas, completou 27 anos. Como a festa foi cancelada, fomos almoçar num restaurante e levamos meu pai. Foi a primeira saída dele sem minha mãe. Apesar da tristeza, se saiu bem. Vamos levando.

 

Meu triplex, minha vida. O triplex de Lula e os 3.000 “Sem-teto” da Bancoop

E Lula continuará discursando contra a elite e até contra a classe média “fascista e exploradora dos pobres”, e seus bate-paus aplaudirão da mesma forma. Edir Macedo faz o mesmo, e seus fiéis relevam seus “pecados” da mesma forma. O PT e a Igreja Universal se entendem justamente por isso, são seitas religiosas, e contra isso não adianta qualquer argumento.

Apto LulaCooperativa entrega triplex de Lula, mas 3 mil esperam imóvelO Globo
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já pode passar o “reveilon” na Praia das Astúrias, no Guarujá, área nobre do litoral Sul de São Paulo. De sua ampla sacada, poderá ver a queima de fogos, que acontece na orla bem defronte do seu prédio, feito pela OAS, empresa investigada pela Operação Lava-Jato. É que na semana passada terminaram as obras de reforma do apartamento triplex no Edifício Solaris, que ele e dona Marisa Letícia, sua mulher, compraram por meio da Bancoop — a Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo —, ainda na planta, em 2006. Acusada de irregularidades e em crise financeira, a Bancoop deixou três mil famílias sem receber os sonhados apartamentos.

Por isso, o então presidente da cooperativa, João Vaccari Neto, tesoureiro do PT e investigado na Lava-Jato pela suspeita de operar parte do esquema de corrupção na Petrobras, precisou contratar a OAS para terminar pelo menos cinco prédios da Bancoop. Um deles foi o prédio onde Lula tem o triplex.

O Edifício Solaris, onde a família Lula da Silva tem apartamento, ficou pronto em dezembro do ano passado. A reforma do apartamento 164 é tocada por seu filho Lulinha, segundo funcionários do edifício, e foi vistoriada por dona Marisa o tempo todo. Ela mesmo providenciou a decoração do local, visitado por Lula apenas três vezes.

A família Lula construiu um elevador privativo para levá-los do 16º ao 18º, que no projeto original tinha apenas escadas internas. Lulinha usou também parte do quarto de empregada e um canto da sala para fazer um escritório. Mandou também colocar porcelanato em tudo. A cobertura com piscina também recebeu uma boa área gourmet.

Leia Mais