Dilma e Lula sabiam da roubalheira na Petrobras, afirma doleiro. E ai, vai ficar por isso mesmo?

CAPA-VEJA-SABIA-DE-TUDO-364x480Chega! Se o jogo deve ser jogado assim, com radicalismo ou mesmo com mentiras, não dá para ficar parado dando milho aos pombos. Se o PT faz o diabo para vencer, temos que usar as mesmas armas.

Podemos perder as eleições, é uma possibilidade, mas temos metade da população com a gente, e temos que fazer mais que o poder presidencial, temos que fazer valer a nossa constituição. Como escreveu Reinaldo Azevedo, se o que está na Revista Veja desta semana for verídico, se o doleiro Alberto Youssef está dizendo a verdade, esse governo não pode terminar.

Em seu depoimento, o doleiro afirmou que Lula e Dilma sabiam de todo o esquema de corrupção dentro da Petrobras. Veja um trecho da conversa dele com o juiz

— O Planalto sabia de tudo!

— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.

— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.

Dilma precisa ser interditada. Não podemos, nós os 50% de brasileiros, não podemos permitir que ela continue no governo a nos roubar e a corroer nossas instituições e solapar a democracia.

Não! Nem o presidente, nem o Papa pode tudo. Neste país, acima de tudo, está a nossa CONSTITUIÇÃO. E se Dilma cometeu um crime, deve pagar por ele, nem que seja perder o mandato. É um golpe? Não.Estamos cumprindo o que reza a constituição deste país, gostem ou não os fascistas esquerdistas deste país.

Se ficar comprovado que ela roubou, ou mesmo que prevaricou, que perca o mandato. Ou então que rasguemos a constituição e deixemos que os que hoje governam o país escrevam uma nova. Simples assim!

 

Outro escândalo na Petrobras, agora o dinheiro foi para a Bolívia de Evo Morales

Mais outro escândalo na Petrobrás. Será que a empresa brasileira não pagou apenas a campanha de Dilma, mas pagou também a campanha do “cumpanhêro” boliviano Evo Morales?

lula-e-evoOutro negócio suspeito faz a Petrobras continuar sangrando – Por Ricardo Noblat.
A presidente Dilma sabia? O TCU quer saber

Êpa! Tem jeito de elefante, presa de elefante, tromba de elefante, mas o governo não admite que seja um elefante. O que será então?

Muita coisa se passou na Petrobras desde que se montou ali um esquema bilionário de desvio de recursos para enriquecer políticos que apoiam o governo e financiar campanhas – a de Dilma, inclusive.

O Tribunal de Contas da União (TCU) abriu uma auditoria para investigar o pagamento extra de mais de R$ 1 bilhão feito pela Petrobras ao governo boliviano. Tem a ver com a importação do gás boliviano pelo Brasil.

A grana entupiu o tesouro da Bolívia em plena campanha de Evo Morales, o presidente, candidato à reeleição. Por sinal, ele se reelegeu. Pela terceira vez. Aspira mudar a Constituição para poder se reeleger indefinidamente.

Qual o problema do pagamento extra?

Leia Mais

 

O aparelhamento do IPEA

dados-do-ipeaPara proteger a presidente Dilma, o IPEA – Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada-, que antes do petismo era uma instituição respeitada, está agora segurando um estudo feito por dois técnicos, onde constata que a desigualdade de renda no Brasil é maior que o estimado em pesquisas nacionais e não caiu nos últimos anos. Proibidos de divulgar os dados, os dois funcionários pediram exoneração de seus cargos.

Fonte: Valor econômico

 

Multidões pagas e cidadãos livres

Enquanto a oposição consegue colocar 15, 20 e 30 mil cidadãos em diversas cidades do país, todos esses indo às ruas voluntariamente, o PT só consegue fazer isso pagando, mesmo que indiretamente. Não, não podemos negar que o PT mudou o país. Se há 12 anos o PT conseguia mobilizar multidões que acreditavam em utopias, hoje elas sabes que utopias não existem, existem apenas mentiras e corrupção, e só se dispõe a participar de atos pró-PT na base do dinheiro.

Dilma-ongONG que reforçou ato de Dilma tem convênios com o governo federal
Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), entidade que levou na terça-feira a Petrolina (PE) 99 ônibus com pessoas dispostas a participar do comício da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, recebeu R$ 587,3 milhões do governo federal nos últimos quatro anos. Só em 2014, os repasses feitos à ASA chegaram a R$ 172,8 milhões. As informações estão disponíveis no Portal da Transparência da Presidência da República.

O dinheiro diz respeito a convênios firmados com a entidade pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. A ASA executa programas de construção de cisternas e irrigação no semiárido da região Nordeste do país e do norte de Minas Gerais. O programa de cisternas foi lançado em 2003, no primeiro ano do governo Lula, e já resultou na construção de 552 mil reservatórios que captam água de chuva. Seu trabalho tem sido considerado de grande importância diante da seca.

A soma dos repasses federais à ASA durante o governo Dilma, um total de R$ 587,3 milhões, corresponde ao valor nominal, isto é, sem correção inflacionária. Segundo o Portal da Transparência, foram transferidos R$ 93,1 milhões em 2011; R$ 144,3 milhões em 2012; R$ 177 milhões em 2013; e R$ 172,8 milhões em 2014. Ainda segundo o portal, a ASA recebeu R$ 95,5 milhões do governo federal em 2010, no último ano do governo Lula, também em valor sem correção pela inflação.

O comício de Dilma em Petrolina reuniu cerca de 30 mil pessoas na terça-feira. Os 99 ônibus custeados pela ASA têm capacidade para transportar cerca de 4 mil pessoas e foram usados para levar caravanas de diferentes estados do Nordeste, além de Minas Gerais. Durante as campanhas eleitorais, quaisquer colaborações, sejam elas financeiras ou não, precisam ser declaradas à Justiça Eleitoral. No entanto, a legislação veda a contribuição de sindicatos e organizações, como a ASA, às campanhas.

A Lei das Eleições (9.504/97) afirma, em seu artigo 24, que “é vedado, a partido e candidato, receber direta ou indiretamente doação em dinheiro ou estimável em dinheiro, inclusive por meio de publicidade de qualquer espécie, procedente de: (…) entidade de classe ou sindical; organizações não-governamentais que recebam recursos públicos; organizações da sociedade civil de interesse público”. A ASA se insere na última categoria, segundo sua assessoria.

Ontem, advogados do PSDB estudavam a possibilidade de entrar com uma ação por conta da atuação da ASA em Petrolina. Mas há quem enxergue uma polêmica jurídica no horizonte:

Leia mais aqui.

 

Conselheiro do TCE/MG desmente “dona Dilma”: Explicação necessária sobre o óbvio

SyloMentirosa! Dilma mente compulsivamente. Durante o debate da Record, Dilma, para atacar Aécio, citou uma frase do ex-conselheiro do Tribunal Contas do Estado de Minas Gerais Sylo Costa, pinçada da ata de uma sessão extraordinária do TCE mineiro de 2005, sobre a compra de vacinas de cavalo na pela secretaria de saúde. Em artigo publicado hoje na imprensa de Minas, o ex-conselheiro responde: “Foi esse pequeno erro material que Dona Dilma citou como se fosse um assunto tão grave como os assaltos do seu governo na Petrobras e em quase tudo o que o governo federal mete o nariz.”

Explicação necessária sobre o óbvioPor Sylo Costa

“Das coisas que não posso entender/ uma é o sol nascer de dia, quando não devia ser/ Devia nascer de noite, para a noite esclarecer/ Se o dia já é claro, que vem o sol fazer?”

Essa quadrinha do folclore sertanejo é um belo exemplo do óbvio. Outro exemplo é este que vou explicar: o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) tem suas competências estabelecidas no art. 76 e seguintes da Constituição Estadual. O inciso I do art. 76 diz que compete ao tribunal “apreciar as contas prestadas anualmente pelo governador do Estado e sobre elas emitir parecer prévio, em 60 dias, contados de seu recebimento”.
Leia Mais

 

Blairo representante de si mesmo

blairo-maggiNo primeiro turno das eleições de 2006, o então candidato Geraldo Alckmin veio a Cuiabá. Os representantes do agronegócio organizaram uma reunião na Acrimat. A plateia era imensa. Há tempos eu não via um engajamento tão grande. Naquela reunião, eu sentada bem na frente, vi Blairo Maggi, então governador do estado, se levantar, erguer o braço de Alckmin e finalizar seu discurso sobre os gargalos do setor e as dificuldades enfrentadas por todos durante os quatro anos de governo petista, e dizer: “Geraldo é o melhor para o estado”.

Dois dias depois do primeiro turno, Blairo reeleito com o significativo apoio do agronegócio, disparou pelo país pedindo votos para a reeleição de Lula. Foi recebido com protestos e faixas de traidor em diversos lugares, especialmente em Goiás e no Rio Grande do Sul.

O apoio de Lula, aliado a uma ajuda de custo para saldar dívidas de campanha, o deram o cargo de diretoria do Dnit, onde ele colocou seu imediato Pagot, que saiu pela porta dos fundos.

Hoje leio que Maggi, que gravou um vídeo de apoio a Dilma, disse em uma entrevista que Aécio Neves “sacrificaria a agricultura. Com uma possível vitória do Aécio, teríamos um governo mais monetarista, focado nos controles de inflação, em cortes de linhas de crédito de bancos mundiais”.

O que sacrifica o setor são inescrupulosos representantes. E o que preocupa Blairo Maggi, é o desdobramento da operação Ararath, onde está envolvido, e a perda da guarida que tem do PT.

 

Protógenes condenado. Não cabe recurso.

Protogenes-QueirozPor Lauro Jardim – Radar-online

Terminou há pouco no STF o julgamento de Protógenes Queiroz, acusado de desmandos na condução da Operação Satiagraha.

Protógenes foi condenado por unanimidade a dois anos e seis meses de prisão, que pode ser trocada por serviços comunitários.

E mais: perderá o que lhe resta de mandato (que o povo de São Paulo acertadamente cassou pelo voto no último dia 5) e está inelegível por oito anos.O STF encaminhará à Câmara um pedido de cassação imediata do mandato.

Protógenes perde também o posto de delegado da PF.

Não cabe recurso.

Antes de o julgamento começar, Protógenes tentou o impedimento de Gilmar Mendes, mas o ministro não compareceu.

 

Isto petista não vê, nem reclama

dilma-lula-belem-2014-09-10-size-598A TV Rede Brasil Amazônia e a Rádio Clube do Pará pertencem à família de Jader Barbalho. Ambas têm como sócio Helder Barbalho, filho de Jader e candidato do PMDB ao governo paraense, e estão sendo utilizadas por ele “para fazer propaganda eleitoral irregular”, segundo a Procuradoria Regional Eleitoral do Pará, que pede a suspensão das emissoras por 48 horas.

Não vi um só petralha de mierda querendo “democratizar” as emissoras, afinal, es aliado, es perfecto!

Fonte: Josias de Souza

 

Isso sim é que é interação com o crime: “Governo do Amazonas negocia apoio de traficantes para o 2º turno”

Jose-Melo-size-598O subsecretário de Justiça e Direitos Humanos (órgão responsável pelo sistema penitenciário no estado do Amazonas), major Carliomar Barros Brandão, vai ao Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), maior unidade prisional do Amazonas, e se reúne com o maior traficante do estado, negociar o apoio das quadrilhas ao candidato à reeleição, o atual governador José Melo (PROS), no segundo turno das eleições.

- “Vamos apoiar o Melo, entendeu? A cadeia…vamos votar minha família toda, lá da rua, entendeu? Não tem nada não, a gente não conhece o Melo (trecho inaudível), a gente quer dar um alô, que ele não venha prejudicar nós. E nem mexer com nós”, diz o traficante José Roberto Fernandes Barbosa, conhecido como Zé Roberto

- “A mensagem que ele mandou para vocês, agradeceu o apoio e que ninguém vai mexer com vocês, não”, responde o subsecretário de Justiça.

Simples assim!

Leia a reportagem de Leslie Leitão, na Veja.

 

Uma tremenda molecagem! – Ricardo Noblat

lula-petrob
Qual Lula é o verdadeiro? O bem educado que aparece no programa de propaganda eleitoral de Dilma na televisão, defende os 12 anos de governos do PT e, ao cabo, sorridente, pede votos para reeleger sua sucessora? Ou o moleque de rua que pontifica em comícios país a fora, sugerindo, sem ter coragem de afirmar diretamente, que Aécio é capaz, sim, de dirigir embriagado, agredir mulheres e se drogar?

O segundo é o mais próximo do verdadeiro Lula. Digo por que o conheço desde quando era líder sindical. Lula é uma metamorfose ambulante. Não foi ninguém quem o disse, foi ele quem se rotulou assim.

A esquerda tudo perdoaria a Lula desde que chegasse ao poder. Chegou, cavalgando-o. Uma vez lá, se corrompeu. Quanto a ele… Não sabia de nada. Nunca soube.

Justiça seja feita a Lula: por desconhecimento de causa e preguiça, ele jamais compartilhou as ideias da esquerda. Assim como ela se aproveitou dele, Lula se aproveitou dela. Um casamento não por amor, mas por interesse.

Leia Mais

 

Eder Moraes confirma que Ararath começou com Blairo Maggi, por causa da má gestão de Pagot

Maggi-e-Pagot_dentro(Blog do Antero) Em depoimento prestado ao Ministério Público e com trecho publicado no site Folhamax, o ex-secretário de Blairo Maggi Éder Moraes confirmou que a Operação Ararath – (lavagem de dinheiro, usando o BIC Banco) começou no governo Blairo Maggi, em função de um descontrole de Pagot que estourou o orçamento da Sinfa em mais de R$ 100 milhões de reais e recorrer ao BIC Banco foi a única forma de pagar as empreiteiras.

Confira as declarações de Éder, onde ele responsabiliza Pagot por descontrole de gestão e ter estourado o orçamento, iniciando um longo processo de lavagem de dinheiro:  “Eu fui chamado em uma discussão na Sinfra [Secretaria de Infraestrutura] , o Luiz Antônio Pagot, o Vilceu Marchetti, Ezequiel, nessa época era presidente do MT Fomento, em 2005 para 2006, e houve ali na ânsia de se fazer obra, e a Sinfra acelerou muitas obras no Estado de Mato Grosso, muitas mesmo, e muitas não foram acompanhadas do devido processo legal, chegando a final do exercício, por volta de novembro e dezembro, verificou-se que faltava próximo de R$ 140 milhões”.     

A matéria confirma que a prática sugerida por Éder transformou-se em rotina do Estado e foi muito usada no governo Silval Barbosa.

 

Só sobra o Brasil do PT para financiar o bolivarianismo

Excelente texto do Rodrigo Constantino, que demonstra a importância desta eleição não só para o Brasil, mas para todo continente. Como há tempos acabou a ajuda soviética para os socialistas daqui, e seu substituto eram os petrodólares venezuelanos, e o valor do petróleo desabou no mercado internacional, sobrou o Brasil para financiar a ideologia no continente. Pois é, vencendo o PT, veremos muitos novos portos, aeroportos, usinas, etc nos países que defendem o “socialismo do século XXI”.

A tempestade perfeita do Foro de São Paulo? Ou: O que uma eventual vitória de Aécio pode significar para bolivarianismo latino-americano
Rodrigo-ConstantinoO socialismo foi derrotado na Guerra Fria. A utopia se mostrou, na prática, uma desgraça em escala colossal, levando milhões de inocentes à inanição, escravidão e morte. Não obstante, muitos se negaram a abandonar o sonho. Na América Latina, em especial, as viúvas de Lênin encontraram terreno fértil para plantar suas sementes da discórdia, para fomentar a luta de classes.

Em 1990, foi fundado o Foro de São Paulo por aqueles que desejavam resgatar na região o que havia se perdido no Leste Europeu. Lá estavam Fidel Castro, as Farc, o PT e tantos outros que ainda acreditavam no igualitarismo imposto pelo estado, na revolução socialista. A ilha caribenha era um dos poucos redutos sobreviventes do modelo pregado por eles.

Havia um problema: Cuba, que já era bastante pobre por conta das medidas socializantes, mergulhou na completa miséria quando a mesada soviética cessou. A União Soviética mandava mais de US$ 5 bilhões por ano para a ilha. Como manter sequer um simulacro de “conquistas sociais” sem essa ajuda financeira?

Ocorre que os aliados do Foro conseguiram chegar ao poder em vários países, usando a própria democracia contra ela mesma. São seus membros que reconhecem isso, como fez o ex-presidente Lula, atestando que vários países da região já são resultado do legado do Foro:

Aqui, em mensagem mais recente, Lula reforça os planos do Foro: Leia Mais

 

A destruição do país

Excelente artigo de Rubens Ricupero. Descreve a destruição do Estado causada por esse partido que atualmente nos governa.

Destruição sem retorno
Rubens-RicuperoA degradação da Petrobras, da Eletrobras e do BNDES nada tem em comum com a “destruição criativa” de Schumpeter. É pura terra arrasada, demolição sem criação. Custa a crer que um governo com pretensão de herdeiro de Getúlio se encarregue de dilapidar os três mais importantes legados institucionais do segundo governo Vargas.

A sanha exterminadora está longe de se deter nos três. Sofrem do mesmo efeito desagregador instituições como o Ipea, o Tesouro, até o IBGE, fundado no primeiro governo Vargas, afetado por escassez de recursos e divisões internas. Problemas similares comprometem a Embrapa e a vigilância sanitária do Ministério da Agricultura, setores vitais para manter a vantagem comparativa brasileira na exportação.

A lista poderia ser ampliada com os Correios, entre outros, mas esses exemplos bastam para mostrar que o fenômeno é generalizado. As causas é que não são as mesmas. Onde existe muito dinheiro, na Petrobras ou no Ministério dos Transportes, a fartura de queijo é que atrai os ratos.

Às vezes, o problema se origina no aparelhamento partidário, na incompetência de indicados políticos e na intromissão excessiva como nas agências reguladoras, que nem chegaram a se consolidar.

O Itamaraty é caso à parte. Sem projetos e obras tentadoras, sem verba para pagar luz e água de embaixadas prematuramente criadas, o velho ministério definha na austera, apagada e vil tristeza da desmoralização programada pelo governo.

Três flagelos o devastaram ao mesmo tempo. O primeiro foi a expansão megalomaníaca de embaixadas sem meios de utilizá-las de modo produtivo. Criamos anos seguidos cem vagas de diplomata como se as vacas gordas fossem durar para sempre. Não surpreende agora que mais de trezentos jovens diplomatas se revoltem frustrados ao descobrir a falta de perspectivas que os aguarda.

O segundo golpe desmoralizador provém de presidente sem apreço pela diplomacia e pelos diplomatas, aos quais não perde ocasião de demonstrar seu desdém. Nem na fase caótica da proclamação da República tivemos chefe de Estado que deixasse mais de 20 embaixadores estrangeiros esperando para apresentar credenciais como se fossem rebanho de gado.

Leia Mais